<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

BLOG SYNNEX WESTCON-COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

SASE: o que é e como pode garantir a segurança na nuvem?

As empresas estão, cada vez mais, migrando suas demandas para a Cloud Computing. Por isso, é necessário investir em uma solução robusta capaz de proteger todos os ambientes. 

 

As empresas estão adotando, cada vez mais, soluções em Nuvem para acelerar a transformação digital de seus negócios e conseguir atender a todas as novas demandas de seus usuários, que passaram a acessar a rede corporativa de diversos locais e dispositivos diferentes. 

Nessa nova realidade, a Cloud Computing se tornou o centro de conectividade, o que significa que o perímetro do negócio não é mais um local, e sim um conjunto de recursos dinâmicos presente em todos os lugares que a empresa precisar.   

Para que as empresas se adaptem e consigam oferecer disponibilidade e segurança para que todos os seus usuários consigam continuar conectados aos sistemas corporativos, passou a ser necessário investir em um serviço de acesso seguro ao perímetro entregue na nuvem, o SASE. 

O SASE (Secure Access Service Edge) é uma arquitetura de rede que combina recursos de VPN e SD-WAN com funções de segurança nativas da nuvem, como gateways de segurança da Web, agentes de segurança de acesso à nuvem, firewalls e acesso à rede zero-trust.  

Você já conhece essa solução? Sabe como ela pode garantir a segurança na nuvem? Acompanhe o conteúdo a seguir para descobrir!  

O que é Secure Access Service Edge e quais as vantagens? 

Secure Access Service Edge, ou em português Serviço de Acesso Seguro ao Perímetro, é uma estrutura inteligente que garante o acesso seguro de usuários e dispositivos à nuvem.   

Com a transformação digital das empresas, a segurança está migrando para a nuvem. Isso está gerando uma necessidade de serviços convergentes para reduzir a complexidade, melhorar a velocidade e agilidade, habilitar a rede multicloud e proteger a nova arquitetura habilitada para SD-WAN. 

É neste contexto que o SASE passa a ser fundamental. Ele permite que a empresa construa uma borda de serviços de acesso seguro, mantendo a navegabilidade e permitindo um controle mais rigoroso dos usuários, dados e dispositivos conectados à rede.  

Ao investir nessa tecnologia, as empresas podem contar com inúmeros benefícios, tais como: 

  • Redução de custos e complexidade; 
  • Fornecimento de orquestração centralizada e otimização de aplicações em tempo real; 
  • Proteção de acesso contínuo para os usuários; 
  • Ativação do acesso remoto e móvel mais seguro; 
  • Restrição do acesso de acordo com a identidade do usuário, do dispositivo e da aplicação; 
  • Otimização da segurança aplicando uma política confiável; 
  • Elevação da eficiência da rede e da equipe de segurança com gerenciamento centralizado de políticas. 

O SASE é capaz de estruturar adaptações de eficiência à medida que o comportamento do usuário é analisado e os riscos subsequentes aumentam, ou conforme a confiança do dispositivo diminui. Garantindo assim, a competência de tais operações. 

O seu surgimento criou a oportunidade de habilitar os requisitos de acesso dinâmico da transformação digital. Combinando recursos WAN abrangentes com funções de segurança de rede (como SWG, CASB, FWaaS e ZTNA), o SASE dá suporte a todas as operações na cloud. 

Como ter uma nuvem segura?

Como o SASE pode garantir a segurança na Nuvem? 

O SASE é capaz de otimizar a segurança na Nuvem, pois consolida uma variedade de funções de rede e segurança em um único serviço que pode ser implantado em qualquer lugar da Cloud. 

Assim, ele pode fornecer uma proteção mais eficiente e um desempenho mais rápido, enquanto reduz o custo e o trabalho necessário para proteger a rede de seus clientes. 

Para garantir uma proteção na Nuvem efetiva, o SASE conta com uma série de recursos: 

Centralização de políticas com aplicação local  

Ele permite a centralização do gerenciamento na nuvem, mas inclui a tomada de decisão local quando é necessário.  

Gestão simplificada 

O Serviço de Acesso Seguro ao Perímetro simplifica a gestão de segurança cibernética nas organizações e aumenta a eficiência das equipes de TI por meio de regulamentações de rede, requerimentos de acesso, entre outros recursos, para otimizar a tomada de decisões estratégicas.   

Desempenho e latência otimizados 

O SASE fornece a otimização da latência, melhorando o desempenho e roteamento em pontos de presença. Isso é especialmente interessante para aplicativos de colaboração, vídeo, VoIP e conferência na web.   

Zero-Trust habilitado    

Por meio do SASE, a abordagem de proteção é a do zero-trust, em que o acesso à rede é feito com base na identidade do usuário ou dispositivo, e não no endereço IP ou no local físico. Assim, a tecnologia garante proteção máxima dentro e fora da rede.     

Como você pôde perceber, o SASE é uma ferramenta essencial para as empresas que querem garantir visibilidade e segurança para que os usuários consigam trabalhar quando e de onde quiserem. Portanto, aquelas organizações que querem se manter competitivas no mercado precisam buscar agora mesmo por um parceiro capaz de oferecer essa solução e todas as suas vantagens. 

Posts relacionados

5 dicas para melhorar a colaboração virtual no home office

A tendência do home office, impulsionada em um primeiro momento pela pandemia do coronavírus e a necessidade de isolamento social, veio para ficar. 

Como adaptar o desempenho de redes das operadoras regionais às mudanças no consumo de banda?

Cada vez mais, as plataformas on-demand, serviços de streaming e aplicações na nuvem estão se tornando realidade no dia a dia dos brasileiros. Esses serviços possibilitam aos usuários consumirem ou acessarem conteúdos em tempo real por meio de uma conexão de qualidade.

Impactos da pandemia na Transformação Digital de Empresas

Ninguém poderia imaginar que o novo coronavírus (Covid-19) iria se espalhar pelo mundo e alcançaria o nível pandêmico, forçando todos – empresas e pessoas – a se adaptarem a uma nova realidade: o trabalho remoto.

Escreva seu comentário