<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON-COMSTOR
Toda informação da tecnologia está aqui.

4 passos para ter sucesso com a Hybrid Multi-Cloud

Quando gerenciada corretamente a Hybrid Cloud pode oferecer o melhor dos dois mundos para o negócios dos seus clientes.

 

A Hybrid Cloud é uma arquitetura de TI que incorpora níveis de portabilidade e gerenciamento de cargas de trabalho entre dois ou mais ambientes, que costumam precisar de no mínimo uma nuvem privada e uma pública ou ainda, um ambiente virtual ou bare-metal conectado a uma nuvem pública ou privada.

As empresas procuram esse tipo de orquestração porque usufruir dos benefícios da nuvem pública, mas ainda não estão preparados para desativar o data center privado. 

Essa transição não é um procedimento simples. Antes de mais nada, exigirá da equipe de TI o domínio de práticas e técnicas específicas dessa arquitetura, o que inclui operações de rede, análise de custo, gerenciamento e segurança de dados, e assim por diante.

Para ajudar no processo, acompanhe o post e conheça 4 práticas recomendadas para ter sucesso com a Hybrid Cloud

O que é Hybrid Cloud?

A nuvem híbrida ou Hybrid Cloud é uma solução de TI que combina uma nuvem privada a um ou mais serviços em nuvem pública. Ela fornece às empresas:

  • mais flexibilidade, movendo as cargas de trabalho entre os serviços em nuvem, conforme a necessidades e o custo;
  • maior controle sobre os seus dados privativos;
  • possibilidade de armazenar dados em uma nuvem privada ou datacenter local e, alavancar os recursos robustos de uma nuvem pública;
  • menor probabilidade de redundância de processos, já que ambientes gerenciados separadamente aumentam o risco de falhas de segurança;
  • possibilidade de se conectar a vários computadores por meio da rede;
  • chance de consolidar recursos de TI;
  • possibilidade de escalar horizontalmente e provisionar com rapidez novos recursos;
  • possibilidade de incorporar uma única ferramenta de gerenciamento;
  • possibilidade de orquestrar processos com a ajuda da automação.

Portanto, com a Hybrid Cloud, as cargas de trabalho são migradas, o gerenciamento é unificado e os processos são orquestrados por meio da interconectividade entre os serviços em nuvem.

Como escolher o modelo de nuvem híbrida certo?

Entendido o conceito básico da Hybrid Cloud, é preciso determinar o tipo de infraestrutura que a equipe de TI irá implementar. As opções são: heterogênea ou homogênea, tendo como base o orçamento, desempenho e necessidades de gerenciamento.

Uma nuvem híbrida homogênea geralmente é mais barata e de fácil gerenciamento, já que um único fornecedor oferece o software que foi projetado para operar na nuvem. Se mal implementada, esse modelo pode bloquear fornecedores, por isso o TI deve ficar atento

Já uma nuvem híbrida heterogênea, os ambientes público e privado são provenientes de mais de um fornecedor. Embora seja mais complicada, a abordagem heterogênea oferece mais controle ao usuário sobre mudanças de infraestrutura. 

Para melhorar as chances do TI implementar o modelo escolhido com eficiência, conheça a seguir as 4 práticas recomendadas para ter sucesso com a Hybrid Cloud.

4 práticas recomendadas para ter sucesso com a Hybrid Cloud

Depois de selecionar um modelo de infraestrutura de Hybrid Cloud, confira as 4 práticas recomendadas para ter sucesso com essa arquitetura.

1) Mapear os fluxos de trabalho

A equipe de TI deve definir onde os componentes do aplicativo serão hospedados, para manter um bom desempenho e os custos baixos.

Feito isso, devem separá-los em grupos característicos (nuvem pública, data center e ambos) e criar seus fluxos de trabalho e conectividade de rede.

Quero conhecer

2) Criar pontos de cruzamento entre front end e back end

Outra das 4 práticas recomendadas para ter sucesso com a Hybrid Cloud é a criação de pontos de cruzamento do trabalho do front end da nuvem e do back end do data center. 

O setor de TI deve controlar esse fluxo de atividades para assegurar uma performance apropriada, reter os benefícios da elasticidade da nuvem pública e preservar a segurança do data center privado.

3) Gerenciar o espaço de endereço da VPN

Geralmente, as VPNs das empresas são estabelecidas com endereços IP privados e as sua-redes de IP são definidas para usuários e aplicativos. Para ter sucesso com o Hybrid Cloud, a equipe de TI deve gerenciar o espaço de endereço da VPN.

Uma forma de controlar esse gerenciamento é por meio do modelo de contêiner, em que sub-redes privadas podem ser criadas para cada componente do aplicativo, garantindo acessibilidade e segurança.

4) Incluir aplicativos escaláveis

Por fim, o TI deve incluir aplicativos escaláveis para execuções em data centers e na nuvem. Para garantir que o gerenciamento de endereços não seja comprometido, é importante que seja verificado se o seu balanceador de carga está equipado para configurações complexas.

O segredo para ter sucesso com a Hybrid Cloud é estudar esses 4 passos criteriosamente e capacitar a equipe de TI. Embora seja um processo trabalhoso e complexo, aprender a armazenar dados e recuperá-los no sistema híbrido permite que a organização usufrua o melhor de cada ambiente com inteligência e segurança.



Posts relacionados

3 dicas para gerenciar arquiteturas de rede multicloud

O modelo de computação em nuvem é mais flexível e, ao mesmo tempo, mais complexo. Entenda porque cada vez mais empresas estão escolhendo essa opção.

Hybrid Cloud e Multicloud: qual a diferença entre esses dois termos?

Cada empresa deve avaliar suas características e metas antes da contratação de um ou de outro.

Como a estratégia Multicloud afeta os negócios das empresas?

Modernidade e inovação. Essas são as palavras de ordem no sistema multicloud, que aumenta a segurança da informação dos clientes usando o sistema de nuvem. Conheça agora os motivos pelo qual essa será a tecnologia do futuro.

Escreva seu comentário