BLOG TD SYNNEX
O blog dos negócios de TI.

4 projetos de Internet das Coisas para as empresas ficarem de olho

A IoT tem revolucionado a forma como vivemos e fazemos negócios. Entenda como as empresas podem utilizar essa tendência a seu favor.

 

A tecnologia está evoluindo aceleradamente e transformando a forma como nos comunicamos, realizamos tarefas pessoais e até profissionais. Para acompanhar essa revolução, as empresas estão tendo que remodelar seus modelos de negócios adotando tendências e soluções tecnológicas modernas em seu ambiente de trabalho.

Um exemplo disso é a crescente aplicação da Internet das Coisas em processos corporativos. Ela tem levado a automação a um novo nível de eficiência, proporcionando diversos benefícios para as empresas.

Por meio dela, é possível que dispositivos e objetos sejam integrados e atuem em sincronia. As coletas e análises de dados passam a ser otimizadas e em tempo real, permitindo que as organizações tomem decisões baseadas em fatos concretos.

Sua aplicação já é uma realidade em diversos setores do mercado, como na organização do trânsito, na agilização de tratamentos médicos, na preservação do meio ambiente, entre outros.

Segundo o Gartner, em 2020 teremos 25 bilhões de objetos conectados à internet e a tendência é que a IoT esteja cada vez mais presente na vida de todos, impactando a forma como vivemos e fazemos negócios.

Seus clientes estão preparados para essa nova realidade? Para ajudá-los a entender melhor sobre essa tecnologia e suas possibilidades, preparamos este artigo com alguns projetos IoT para ficar de olho. Não perca!

Como a Internet das Coisas está sendo utilizada?

A Internet das Coisas está presente no dia a dia das pessoas de diferentes formas, desde a produção na indústria, até em suas próprias casas e condomínios inteligentes.

Com a sua possibilidade de coletar e transmitir dados por meio da internet para praticamente qualquer dispositivo, ela tem sido muito útil para os setores de vendas e marketing nas empresas. É possível direcionar com mais precisão as ações e estratégias para oferecer exatamente o que os clientes estão buscando.

A partir das informações coletadas, as empresas conseguem saber quais produtos e serviços os consumidores estão buscando e têm interesse e, assim, oferecer ofertas exclusivas de acordo com as suas preferências.

Esse tipo de interação permite que as empresas se aproximem mais de seus clientes, que estão cada vez mais exigentes e querem ver apenas ofertas relevantes a seu perfil.

Conheça o K•NOW!

No entanto, essa é apenas uma das aplicações da IoT. Muito mais do que auxiliar as empresas a otimizarem o relacionamento com seu público-alvo, há diversos projetos baseados nessa tecnologia sendo desenvolvidos. Confira a seguir:

4 projetos de IoT para ficar de olho


1. Projetos de sustentabilidade

Uma das grandes preocupações atuais da sociedade é relacionada à questões ambientais. É primordial que as empresas busquem, cada vez mais, tornar suas ações mais sustentáveis.

Por meio da IoT isso pode ser realidade. É possível utilizar sistemas de monitoramento de substâncias no ar. Em Londres, por exemplo, a empresa Drayson Technologies está distribuindo à população aparelhos que medem o nível de poluição no ambiente.

Desse modo, as empresas podem acompanhar de perto os dados captados pelos dispositivos Iot para minimizar o impacto e controlar a emissão de substâncias nocivas ao meio ambiente e às pessoas.


2. Cidades inteligentes

Outro grande projeto que está impactando diretamente a vida das pessoas são as cidades inteligentes. A Internet das Coisas vem contribuindo para que os centros urbanos se tornem sustentáveis, bem organizados e capazes de suportar o aumento da população.

Podemos perceber a presença dessa tecnologia em diversos lugares, como no sistema de iluminação pública e o de transporte por exemplo. Por meio de sensores no asfalto, é possível avisar os motoristas sobre lugares disponíveis para estacionar, reduzindo problemas no trânsito e as emissões de gases poluentes pelos veículos.


3. Agricultura mais eficiente

O setor agrícola também tem sido um grande beneficiado pela IoT. Por meio das análises de dados mais precisas é possível fazer previsões e evitar períodos de seca, entre outras situações que prejudicam o clima.

Há recursos, como drones, que podem ser utilizados para captar imagens aéreas e sensores de qualidade do solo para ajudar os produtores a identificar os melhores locais para plantio.


4. Maior conexão na saúde

Os projetos de IoT no setor da saúde tem possibilitado uma maior conexão entre médicos e pacientes. Os dispositivos vestíveis permitem que as pessoas controlem seus batimentos cardíacos, pulso, pressão sanguínea, entre outros aspectos importantes para seu bem-estar.

A partir das informações coletadas por esses aparelhos, os médicos podem ficar informados o tempo todo, o que pode evitar que muitos riscos aconteçam.

Além disso, as empresas do setor podem aplicar a IoT na automação de processos laboratoriais, no controle de infecções, em diagnósticos remotos, gestão de antibióticos e até evitar epidemias.

Entendeu a importância da Internet das Coisas para a sociedade atual? Ela tem um papel essencial dentro das empresas e sua adoção pode trazer muitas vantagens para aumentar os lucros de seus negócios. Portanto, auxilie os clientes de seu canal de TI a dar o primeiro passo ruma a essa evolução.

80f01a82-lp-digital-02_10000000lr0gn000000028
ESPAÇOS DE TRABALHO DIGITAIS. CONHEÇA TUDO SOBRE ESTA NOVA ESTRATÉGIA COLABORATIVA.

Escreva seu comentário

Posts relacionados

IoT: vencendo desafios também nos hospitais

Todos sabermos que alguns minutos podem fazer toda a diferença no atendimento a uma pessoa em um hospital. 

A Internet das Coisas (IoT) veio pra ficar. Saiba como se beneficiar desta tecnologia.

A Internet das Coisas já está – e estará cada vez mais – presente em nossas vidas. Como revendas e integradoras de TI podem explorar um mercado de crescimento explosivo? 

O que o futuro reserva para a Internet das Coisas?

Confira as próximas tendências sobre IoT para se adaptar e ficar à frente das novas demandas do mercado.