BLOG TD SYNNEX
O blog dos negócios de TI.

15 curiosidades sobre o uso da Internet de Todas as Coisas

Nova tecnologia permite conectar coisas à Internet para que sejam acessadas de forma remota.

 

Mesmo estando em desenvolvimento, a Internet de Todas as Coisas, ou em inglês “Internet of Things” (IoT), é uma revolução tecnológica que marcará os próximos passos de máquinas e computadores. Ela significa a possibilidade de comunicação entre todos os objetos que podem ser conectados à rede. Esse sistema estabelece conexões variadas, como por exemplo automóveis, eletrodomésticos, celulares e outros aparelhos móveis, defendendo a criação de ambientes inteligentes responsáveis por realizar tarefas no nosso dia a dia.

A IoT funciona por meio de tecnologia de identificação por rádio frequência (RFID), que utiliza ondas de rádio para enviar informações para os leitores do sinal que podem ser conectados à Internet. Além disso, esses sistemas utilizam também os smartphones e sensores que permitem a comunicação entre máquinas, como sistemas de trânsito.

Seu funcionamento pode ser divido em três etapas:

1- Identificação
2- Registro das informações
3- Conexão entre os aparelhos e a Internet

Essa conexão entre os objetos já pode ser encontrada em muitos objetos do nosso cotidiano, seja em casa, no trabalho, na rua ou até durante as compras. E para aprimorar, as empresas desenvolvem a cada dia novas formas de interligação, tanto que é fácil encontramos em casa objetos que podem ser conectados à Internet. Com o passar dos anos, a IoT será uma realidade em todas as casas.

Já pensou como será ótimo se a sua geladeira avisar quando o leite estiver vencido? E que tal um equipamento que calcula quanto tempo você vai levar no trânsito até o local de seu primeiro compromisso do dia, ajustando seu despertador para tocar na hora certa? A princípio, é fácil confundir essa história com um roteiro de cinema. Mas é a chamada "Internet de Todas as Coisas".

A Apple, criadora do iPod, do iPhone e do iPad, já se utiliza de conceitos da IoE. A empresa firmou uma parceria com a Nike para instalar chips em tênis de corridas, que passam a ser capazes de monitorar os exercícios físicos. Há também aplicativos que colocam em contato todos os sistemas de gerenciamento de uma casa: é possível, por exemplo, ligar a irrigação do jardim, mesmo estando do outro lado do mundo. O telefone celular também avisa ao usuário se ele esqueceu o ferro de passar roupas ligado. O aquecedor de água conectado à agenda sabe a hora exata do banho, e entra em funcionamento automaticamente. Enfim, em breve tudo estará conectado.

Conheça o K•NOW!

Confira abaixo algumas curiosidades que já estão no mercado e que utilizam o modelo da Internet de Todas as Coisas:

1- Residência Universitária em banheiros

Através da colaboração dos alunos de uma universidade americana foi criado um aplicativo que é possível saber se o banheiro está disponível ou não para o banho.

2- Colégio dormitório lavanderia

Aplicativo ligado à lavanderia que avisa os moradores quando a lavadora e a secadora estão disponíveis. Os alunos podem entrar em seus endereços de e-mail para receber atualizações regulares.

3- Jardim

Na Universidade do Sul da Califórnia, pesquisadores equiparam o jardim com um braço robótico e uma conexão à Internet, permitindo que os jardineiros plantem sementes de qualquer lugar do mundo.

4- Coleira de cachorro

Com o bem-estar dos cães em mente, agência de publicidade Rethink Toronto criou uma coleira de cachorro com um termômetro para monitorar a temperatura do cão, juntamente com um chip codificado e um cartão SIM que alerta os proprietários via mensagem SMS se a temperatura indicar algum tipo de febre.

5- Alimentador do gato

Outro projeto tem como objetivo ajudar os donos de gatos que viajam com frequência e nem sempre podem encontrar um amigo com o tempo para alimentar seus gatos. O alimentador de gato com acesso à Internet distribui comida em dois pratos ao mesmo tempo, a pedido do proprietário, que acompanha todo o processo via webcam.

6- Gado

A startup holandesa Sparked está implantando sensores conectados à Internet sem fios nas orelhas do gado, ajudando os pecuaristas a monitorar a saúde dos animais e prevenir a propagação da doença a partir de carne ou leite contaminados. Cisco estima que cada vaca transmite 200MB de dados a cada ano.

7- Monitor cardíaco

Pode ser aplicado no peito do paciente como um band-aid para monitorar e relatar a atividade do coração. Os dados podem alertar as autoridades se o paciente teve um episódio cardíaco ou simplesmente algum tipo de arritmia.

8- Fraldas

Uma startup chamada “24 eight” conectado com a fralda do bebê possui um chip embutido que envia mensagens SMS para os pais ou babás quando a fralda está molhada. Segundo o Wall Street Journal as fraldas conectadas custam apenas dois centavos a mais para serem produzidas.

9- Chinelos

Também desenvolvidos pela “24eight”, os chinelos conectados foram projetados para os idosos. Com uma tecnologia desenvolvida para smartphone, o calçado monitora os passos do utilizador para os sinais de alerta e comunica eventuais problemas para os familiares e médicos.

10- Bafômetro

Um protótipo de bafômetro está sendo testado para transmitir o nível de álcool no sangue do usuário para sua conta no Twitter, tornando-o automaticamente disponível para todo mundo ver.

11- Sapatos

Uma das peças conectadas mais conhecidas de vestuário é o calçado. Nike pode ter chegado a mais reconhecimento para ele, mas vários outros, incluindo Google e empresa de moda WeSC, desenvolveram sapatos que se conectam à redes sociais e podem até mesmo falar com quem usa, motivando o exercício, quando ele foi parado por muito tempo.

12- Máquina de café

Em 2009, um protótipo de uma máquina de café com acesso à Internet surgiu no fórum Hacked Gadgets. Ao conectar a máquina de café na Internet, o usuário pode regular o equipamento para preparar uma xícara da bebida remotamente.

13- Escova de dentes

Enquanto um modelo de escova de dentes envia os dados de higiene dental à Internet através de um smartphone conectado com Bluetooth, os pesquisadores esperam que a maioria das escovas de dentes possam vir diretamente ligada à Internet.

14- Máquinas de venda automática

Algumas máquinas de venda automática conectados à internet já surgiram para fins promocionais. A Pepsi lançou o Sistema de Vending Social, em 2011, para envolver os clientes e angariar publicidade. Mas as máquinas de venda automática têm a beneficiar com conectividade constante, o que poderia alertar os fornecedores, quando o estoque estiver baixo.

15- Fechadura da porta

A solução para quem se esquece de trancar a porta. Com a Internet de Todas as Coisas a porta trava graças à conexão da Internet. System Link da Schlage é um bom exemplo, a concessão de acesso a fechaduras de uma casa através de PC, iPhone ou iPad.

 

80f01a82-lp-digital-02_10000000lr0gn000000028
ESPAÇOS DE TRABALHO DIGITAIS. CONHEÇA TUDO SOBRE ESTA NOVA ESTRATÉGIA COLABORATIVA.

Escreva seu comentário

Posts relacionados

IoT: vencendo desafios também nos hospitais

Todos sabermos que alguns minutos podem fazer toda a diferença no atendimento a uma pessoa em um hospital. 

A Internet das Coisas (IoT) veio pra ficar. Saiba como se beneficiar desta tecnologia.

A Internet das Coisas já está – e estará cada vez mais – presente em nossas vidas. Como revendas e integradoras de TI podem explorar um mercado de crescimento explosivo? 

O que o futuro reserva para a Internet das Coisas?

Confira as próximas tendências sobre IoT para se adaptar e ficar à frente das novas demandas do mercado.