BLOG SYNNEX WESTCON-COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Infraestrutura de TI e transformação digital: o que as empresas precisam saber?

Para que a transformação digital nas empresas dê certo é preciso investir também na atualização da infraestrutura de TI. 

Independente de tamanho e da área de atuação, para que as empresas se mantenham ativas e competitivas em meio a Transformação Digital, não existe segredo, é preciso investir em melhorias e inovações contínuas de sua infraestrutura de TI. Afinal, é ela quem fornece a base digital para o ecossistema de aplicativos. 

Mas infelizmente nem todos gestores e tomadores de decisões de TI sabem ou se preocupam com isso. Em meio a tantas mudanças e a busca aflita por agilidade, escala e inovação rápida, as empresas não têm olhado com a devida atenção para suas infraestruturas de TI, e estão correndo riscos de comprometer a transformação digital de seus negócios.  

Para você entender melhor sobre isso, neste conteúdo vamos abordar qual o papel da infraestrutura de TI na transformação digital das empresas. Vamos lá? 

Afinal, o que é a transformação digital? 

Antes de aprofundar sobre o que realmente muda nas infraestruturas de TI com a digitalização dos negócios, primeiro precisamos falar um pouco sobre a transformação digital.  

As empresas que já estavam inseridas no universo tecnológico antes de 2019, provavelmente não tiveram tantas dificuldades quando a pandemia começou. Já as organizações que não pensavam no assunto para um futuro próximo, sentiram um baque com a mudança repentina, afinal, a transformação digital não pede apenas investimentos em recursos tecnológicos, mas ela exige mudanças fundamentais de cultura, operações e entrega de valor. 

Ao pé da letra, a Transformação Digital é a adoção de ferramentas digitais, tecnologias inovadoras e mudanças culturais necessárias para aprimorar ou substituir processos antigos. A transformação acontece quando as organizações adotam formas novas e inovadoras de fazer negócios baseados nos avanços tecnológicos. 

Mudanças essas que foram aceleradas pela pandemia.  

Conheça Soluções Cisco SASE

Empresas do mundo todo investiram alto na transformação digital  

Então, por causa da pandemia da Covid-19, o universo corporativo precisou de uma força-tarefa para se modernizar e digitalizar processos. Com isso, o setor de TI ganhou forças e se tornou o principal motor da inovação empresarial, oficializando a transformação digital das empresas. 

Essa transformação de modo acelerado aconteceu basicamente por uma questão de sobrevivência dos negócios corporativos. As empresas precisaram investir para que seus colaboradores pudessem trabalhar remotamente, seus clientes pudessem continuar comprando a distância, e que toda a sua operação continuasse funcionando, mesmo sem o contato físico. 

De acordo com o Guia Mundial de Gastos em Transformação Digital, da International Data Corporation (IDC), os gastos com a transformação digital (DX) de práticas de negócios, produtos e organizações continuam "em um ritmo sólido, apesar dos desafios apresentados pela pandemia da COVID-19". A IDC prevê que os gastos globais com tecnologias e serviços DX cresceram 10,4% em 2020, para US$ 1,3 trilhão. Isso se compara ao crescimento de 17,9% em 2019. 

Mas e as infraestruturas de TI? 

Infraestrutura de TI tem papel fundamental na transformação digital 

Mesmo que as empresas entendam a necessidade da transformação digital, muitas delas são seriamente desafiadas quando tentam essa mudança. Muitas vezes, isso acontece porque elas não disponibilizam de tecnologias atualizadas em suas infraestruturas de TI.  

Investir em softwares e serviços focando na Transformação Digital e não concentrar recursos na atualização dos sistemas subjacentes é um verdadeiro “tiro no pé”. 

A infraestrutura de TI é fundamental para o bom processo da transformação digital porque ela é a base de todo o sistema de TI, e trata de conectar organizações a seus aplicativos e dados mais críticos de forma rápida e eficiente, ao mesmo tempo em que fornece uma plataforma de crescimento, desenvolvimento e inovação. 

Sistemas de infraestrutura de TI não atualizados impedem a transformação digital  

É exatamente isso. Manter sistemas legados impede as empresas de adotarem a transformação digital. Isso pode acontecer porque os sistemas legados, particularmente no data center e na camada de rede, são ineficazes no suporte ao software moderno que muitas organizações estão agora escolhendo implantar em suas operações. Além disso, muitas vezes, eles exigem orçamento e tempo extras, tirando o foco da TI do processo de transformação digital. 

Não reconhecer a importância da infraestrutura inevitavelmente limitará a agilidade da organização, e pode ter a necessidade de gastar mais do que o necessário em infraestrutura enquanto tenta otimizar sua TI para a transformação digital. 

Como você viu, o papel da infraestrutura de TI na transformação digital das empresas é fundamental, e é impossível pensar em transformação digital sem focar na atualização da infraestrutura de TI.  Elas estão altamente ligadas e uma depende da outra.  

Então, as empresas que desejam um futuro sólido para seus negócios na transformação digital precisam investir em tecnologias de infraestruturas atualizadas, afinal manter sistemas legados impede as empresas de adotarem a transformação.  

80f01a82-lp-digital-02_10000000lr0gn000000028
ESPAÇOS DE TRABALHO DIGITAIS. CONHEÇA TUDO SOBRE ESTA NOVA ESTRATÉGIA COLABORATIVA.
Saiba mais

Escreva seu comentário

Posts relacionados

TI flexível e eficiente: como gerenciar demandas e desafios da TI híbrida?

Entenda quais são os principais desafios da TI híbrida e como solucioná-los para estabelecer uma TI mais flexível e eficiente para os negócios! 

Observabilidade: o que é e como pode ajudar a reduzir a complexidade da infraestrutura de TI?

A observabilidade é uma metodologia que está ganhando cada vez mais espaço no âmbito corporativo. Descubra do que se trata e como ela pode auxiliar os negócios.  

Como impulsionar as vendas de TI para empresas SMB

As soluções de TI para empresas SMB (small and medium business, que são as de pequeno e médio porte) se popularizaram durante a pandemia.