<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

BLOG SYNNEX WESTCON-COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Serviços Gerenciados de Segurança: por que são úteis para as empresas modernas?

Os Serviços Gerenciados de Segurança têm se mostrado cada vez mais necessários para as empresas que estão em constante modernização e transformação. Saiba mais detalhes! 

Com base na aceleração da Transformação Digital e diante do cenário pós-pandemia da covid-19, muito se fala sobre a importância de garantir a proteção dos dados corporativos, por meio de soluções avançadas e inteligentes. 

Baseado no aumento significativo de ameaças virtuais, principalmente em decorrência da implementação do modelo de trabalho híbrido, as empresas estão sentindo a necessidade de otimizar seus processos e preencher lacunas para resistir de forma mais efetiva a ataques virtuais. 

As corporações precisam estar mais vigilantes e ágeis para operar em um ambiente de ameaças crescentes. Logo, tornou-se evidente que as empresas precisam de uma arquitetura de TI unificada, que inclua serviços cada vez mais adequados às suas exigências.  

Segundo uma pesquisa realizada pela Omdia, 31% dos entrevistados concordaram e acreditam que o monitoramento de segurança em relação aos dados corporativos continuará sendo um dos aspectos mais importantes para seus clientes até o final de 2023. 

Por isso, as organizações estão de olho em soluções voltadas a SD-WAN e SASE, pois carregam o propósito de acessar e proteger, com mais segurança, os seus dados, aplicativos e ferramentas corporativas. 

Como resultado disso, muitas empresas têm optado por terceirizar suas estruturas de segurança com a adoção do modelo de MSS (Managed Security Services) ou Serviços Gerenciados de Segurança, em português. 

Desse modo, os Serviços Gerenciados de Segurança podem ser ótimos aliados. Veja mais detalhes: 

O que são Serviços Gerenciados de Segurança? 

O conceito de MSS está diretamente atrelado a um modelo de processos operacionais, criado especialmente para proteger os dados corporativos de eventuais ataques cibernéticos. 

Desse modo, os pilares de sustentação dos serviços gerenciados de segurança são: monitoramento de segurança, resposta a incidentes e gerenciamento de segurança. Além disso, também confere à segurança de dados uma proteção e atenção contínuas, de forma mais exclusiva.  

Entre os seus principais benefícios, estão: 

  • Ótimo custo benefício;
  • Expertise;
  • Profissionais especializados;
  • Melhor gerenciamento de ferramentas;
  • Supervisão contínua.

Quais serviços gerenciados de segurança podem ser ideais para atender às necessidades dos seus clientes? 

Quando falamos em serviços gerenciados de segurança, estamos falando de soluções avançadas, amplas e repletas de benefícios excepcionais, tais como SASE e SD-WAN, por exemplo.  

A pesquisa realizada pela Omdia também indica que cerca de 52% dos entrevistados corporativos alegaram que SD-WAN e SASE já eram uma realidade em suas empresas ou estavam nos planos para que a implementação acontecesse em breve. 

Além disso, pelo menos 44% dos entrevistados acreditam que tecnologias como SD-WAN e SASE ajudarão a reduzir o uso de serviços de segurança gerenciados de forma geral. 

Diante disso, fornecedores de soluções SD-WAN e demais provedoras de segurança entregues na nuvem, estão obtendo um crescimento maciço em seus negócios. 

  • SASE(Secure Access Service Edge) 

SASE é uma tecnologia que foi criada especialmente com o intuito de otimizar a qualidade das inovações tecnológicas, fornecendo uma estrutura inteligente e dinâmica. 

Por meio dessa estrutura, as corporações conseguem acessar informações e dispositivos atrelados à nuvem, com mais facilidade e simplicidade.  

Desse modo, podemos contextualizar que SASE é uma borda de serviço, responsável por proteger a conexão, criada com base na permissão do acesso a recursos, independentemente da localização, do momento de solicitação e do local de rede. 

Isso significa que SASE possui a capacidade de converter a rede e segurança de rede em uma única solução em nuvem, atendendo às diversas exigências da Transformação Digital, com mais eficiência, resguardo e velocidade. 

  • SD-WAN(Software-Defined Wide Area Network) 

SD-WAN, por sua vez, é uma abordagem delineada por um software de gerenciamento da WAN.  

Isso significa que a SD-WAN é considerada uma perspectiva de virtualização da rede WAN, que pode conectar ambientes distantes entre si, garantindo mais agilidade nas tarefas e reduzindo os custos corporativos. 

Em tese, a SD-WAN é uma tecnologia que visa simplificar a rede, otimizando o desempenho dos aplicativos pela internet e pela WAN híbrida. Consequentemente, acaba fornecendo uma conectividade mais consistente e generalizada. 

Além desses fatores, ela também pode melhorar o desempenho de utilização, otimizar a experiência do usuário, trazer mais eficiência para software como serviço (SaaS) e auxiliar em muitas outras aplicações de nuvem pública.   

Em síntese, a nuvem vem se tornando o centro da Transformação Digital, oferecendo partes significativas de infraestrutura, aplicativos críticos e dados corporativos, auxiliando soluções que podem ser implementadas em qualquer lugar e dimensionadas quase infinitamente. 

Por isso, os serviços gerenciados de segurança carregam consigo a oportunidade única de tecer a segurança nativa da nuvem, proporcionando melhor gerenciamento de dispositivos, aplicativos, dados e mais. 

É fundamental conscientizar os clientes a respeito da necessidade de investir em medidas de segurança inteligentes, tais como SASE, SD-WAN e outros recursos críticos para controlar e monitorar a segurança em nuvem. 

Posts relacionados

Ataques hackers crescem com home office: como proteger empresas?

A pandemia fez disparar o número de pessoas trabalhando no modelo home office, assim como também aumentou de forma expressiva, sobretudo no Brasil, os ataques hackers às empresas e seus funcionários.

Cibersegurança: como evitar ameaças virtuais no e-mail corporativo?

90% das violações começam pelos e-mails, por isso, adotar ferramentas adicionais para mantê-los em constante segurança faz toda a diferença! 

Guia de cibersegurança: como e por que revisar as estratégias de proteção da Nuvem corporativa?

É extremamente importante revisar as estratégias de segurança em nuvem para assegurar que os processos e dados corporativos estão realmente protegidos! 

Escreva seu comentário