BLOG TD SYNNEX
O blog dos negócios de TI.

Quais tecnologias emergentes são cruciais para aumentar as vendas no Varejo?

Conheça 7 tecnologias emergentes que ajudam a inovar e aumentar as vendas no varejo: 

Embora o varejo virtual estivesse crescendo consideravelmente dia após dia, foi a pandemia quem o impulsionou, transformando a maneira como as pessoas realizam suas compras. Durante o período de isolamento social, o e-commerce ficou mais consolidado, tornando-se a principal opção de venda e compra de produtos e serviços.  

Neste artigo, você conhecerá as tecnologias emergentes que são cruciais para o varejo: 

  • Cloud Computing; 
  • Blockchain; 
  • Self-checkout;  
  • Big Data;   
  • Realidade aumentada (RA); 
  • Inteligência artificial (IA); 
  • Chatbots.  

Continue acompanhando para saber mais detalhes. 

A pesquisa Barômetro Covid-19 da Kantar, que mostrou os novos hábitos de consumo na América Latina após um ano de pandemia, aponta os brasileiros como os líderes no crescimento das compras online, atingindo a marca de 30%.  

Para as companhias, esse aumento significativo, embora repentino, trouxe a necessidade e o desafio de atualizar processos e contar com a tecnologia ao seu favor para modernizar as estratégias de vendas.  

Por essa razão, as empresas passaram a buscar tecnologias emergentes que pudessem otimizar a experiência dos consumidores, ajudar a estabelecer estratégias de digitalização e também oferecer recursos mais interativos para atender demandas.  

A estimativa é de que o comércio eletrônico quase dobre até 2024, crescendo para US$6,5 trilhões em todo o mundo de acordo com dados da Activate.  

O varejo que não estiver adaptado às necessidades dos usuários — que estão cada vez mais exigentes — ficará atrás de seus concorrentes.   

Leia outros conteúdos relacionados ao varejo: 

A seguir, descubra quais tecnologias emergentes são cruciais para aumentar as vendas no varejo e leia os motivos para as corporações começarem a implementá-las em seu negócio. 

Quais tecnologias emergentes são cruciais para o varejo? 

O comércio e a tecnologia devem trabalhar lado a lado para preencher lacunas, otimizar processos e promover experiências mais satisfatórias aos consumidores. Acompanhe tecnologias emergentes para varejistas:  

1. Cloud Computing 

A Computação em Nuvem une todos os dados, arquivos e aplicações dos varejos em um ambiente virtual que pode ser facilmente acessado de um dispositivo conectado à internet (celular, tablet ou computador).  

Descomplicada, é uma tecnologia que se destaca cada vez mais em virtude da segurança, agilidade, colaboração e economia de tempo que proporciona, sem contar nos outros benefícios relacionados a este conceito, como armazenamento, soluções de gerenciamento e segurança, recursos de rede e muito mais. 

No setor varejista, promove integridade dos dados, disponibiliza acesso ao histórico de funcionamento das lojas e oferece elasticidade para aumentar a capacidade dos negócios.

2. Blockchain

Blockchain ou “cadeia de blocos” é uma tecnologia incorruptível que pode ser definida como um banco de dados não convencional, que registra, armazena e rastreia informações em todas as etapas, do estoque à venda.  

O varejo consegue criar plataformas distribuídas e autônomas, possibilitando transações seguras e dispensando a supervisão de terceiros. Além disso, a cadeia de blocos oferece mais segurança e evita pirataria e desvio de cargas. 

Há também a possibilidade de aproveitar transações comerciais facilitadas, em que as companhias criam um sistema próprio de fornecedores e parceiros para realizar negociações. 

3. Self-checkout 

Self-checkout ou auto pagamento é uma estratégia capaz de reinventar o modo como os consumidores realizam suas compras. 

O propósito da tecnologia é permitir que os clientes passem os produtos no leitor, efetuem o pagamento e embalem os itens, sem precisar de um colaborador para realizar tais tarefas. 

É uma alternativa que otimiza a experiência do cliente, dando opções para que possam fazer suas compras de acordo com suas necessidades, além de promover mais agilidade nas filas e diminuir as despesas das lojas. 

New call-to-action

4. Big Data 

O Big Data é indispensável para o varejo. Une uma série de dados que podem ser analisados para identificar padrões, encontrar tendências e fazer associações que ajudam na tomada de decisão. 

No setor varejista, as previsões de tendências de consumo têm se mostrado cada vez mais efetivas, ajudando a analisar o comportamento dos usuários, estabelecer estratégias mais assertivas, gerar insights poderosos e aumentar cada vez mais as vendas.  

Esta tecnologia consegue transformar um volume massivo de informações em materiais ricos, ajudando o varejo a tomar decisões melhores, estabelecer mais proximidade com os consumidores, vender seus produtos e serviços em multicanais, além de ter mais assertividade ao lançar novas soluções.  

Leia também: 

5. Realidade aumentada (RA)

Usando a RA, as lojas conseguem promover ambientes mais imersivos, unindo o mundo físico e virtual para apresentar seus produtos e soluções. 

Esta tecnologia também ajuda a personalizar a experiência dos usuários, disponibilizando uma série de recursos aprimorados.  

Graças a ela, as empresas têm a liberdade de encontrar maneiras mais tecnológicas e inovadoras de ofertar seus itens aos consumidores, compreendendo suas necessidades e entendendo o que estão buscando. 

É uma solução que pode ser aproveitada em qualquer vertical! Lojas de móveis, decorações e acessórios, por exemplo, conseguem demonstrar aos clientes como seus produtos ficariam em ambientes diversificados. Enquanto no setor de cosméticos, as marcas podem usar aplicativos para seus clientes testarem produtos de beleza virtualmente, consultando diferentes tonalidades.  

Há uma ampla lista de benefícios que podem ser vantajosos para os varejistas que desejam inovar e promover experiências totalmente diferenciadas e imersivas.

6. Inteligência artificial (IA)

Não há como falar de tecnologias emergentes, sem citar a Inteligência Artificial. É o recurso ideal para aumentar a produtividade das equipes, estabelecer uma comunicação facilitada com os consumidores e automatizar processos com estratégias avançadas. 

Além disso, a IA ajuda a criar as conhecidas “vitrines virtuais” para promover experiências mais personalizadas, interativas e facilitadas ao exibir o catálogo de itens. 

Usando ferramentas especializadas, os varejistas conseguem enfrentar o desafio de administrar dados, reduzir a margem de erro, realizar uma melhor gestão de estoque e contribuir para outras atividades. 

A pesquisa virtual com IA também vem proporcionando experiências satisfatórias, pois permite que os usuários encontrem e comprem um produto de um jeito simplificado: tirando apenas uma foto. 

Basta usar o recurso de pesquisa visual de um site e tirar a foto de um produto. Com isso, a tecnologia conseguirá identificá-lo ou apresentar um item semelhante disponível na loja virtual para o consumidor efetuar a compra. 

7. Chatbots

Com o aumento de pessoas consumindo produtos e serviços pela internet, surgiu também outro desafio: atendê-los com agilidade, fornecendo todas as informações necessárias e de um jeito mais personalizado. 

A estratégia encontrada para superar esse desafio foi implementar chatbots para atendimento ao cliente.  

Funciona como um assistente virtual para atender às necessidades dos consumidores, melhorar a jornada do cliente, reduzir o índice de abandono do carrinho e, consequentemente, gerar vendas.  

Esta tecnologia consegue direcionar e interagir com os usuários graças a IA e ao Machine Learning, podendo oferecer respostas prontas e realizando desde ações simples até mais avançadas.  

Conclusão: 

Muitas empresas estão trabalhando continuamente para inovar no mercado varejista e aumentar as vendas. Felizmente, utilizando as tecnologias adequadas para atender às necessidades dos consumidores, esta tarefa deixa de ser um desafio e se torna possível. 

As 7 tecnologias emergentes citadas neste conteúdo têm muito a contribuir para a modernização do varejo virtual e físico. São ferramentas aprimoradas que seguem os ajustes estabelecidos pela Transformação Digital e que ajudam a encontrar soluções, reduzir a taxa de problemas e muito mais. 

80f01a82-lp-digital-02_10000000lr0gn000000028
ESPAÇOS DE TRABALHO DIGITAIS. CONHEÇA TUDO SOBRE ESTA NOVA ESTRATÉGIA COLABORATIVA.

Escreva seu comentário

Posts relacionados

5 tecnologias que possibilitam uma cidade inteligente

Para que uma cidade inteligente funcione, ela precisa contar com uma série de tecnologias aprimoradas. Leia o artigo e saiba quais são elas: 

O que são NFTs? Entenda como funcionam os tokens não fungíveis

Saiba tudo sobre um dos assuntos que estão em alta nos últimos meses: os NFTs! 

Qual o futuro das smart cities pós-covid?

As smart cities utilizam a tecnologia ao seu favor para promover uma qualidade de vida melhor à população. Entenda qual é o futuro das cidades inteligentes pós-pandemia: